terça-feira, 4 de junho de 2013

"tarde?"






depois, não me venha reclamar da falta de memória, da infância inglória, da vitória não reconhecida no jogo lasso da vida, são marcas de um tempo em que já era permitido a ousadia, a rebeldia, agora é tempo de ética, de estética refinada, o tempo de vigília já passou, é hora do fazer, do agir, do transgredir e demolir as cortinas de fumaça que tentam encobrir as nossas mazelas,,, ééééééé!!! aquela mazela: a superlotação da cela, o pó que esfacela, a dengue, a febre amarela, a bulimia da pseudo bela, a anorexia da magrela, o estacionamento sobre a faixa amarela, a bala perdida que atravessa a janela, enquanto tiver criança na rua, o resto é balela,,, seu tempo é agora, faça, aconteça, cometa, já já, não será mais o presente, aliás, o que eu disse até aqui, já é passado, o tempo não espera a sua decisão, ele não poupa ninguém, depois não vá se lamentar que já é tarde…amém…

2 comentários:

  1. e o resto é balela....show

    ResponderExcluir
  2. Participe do ( Grupo Academia Machadense de Letras ). Publique seus poemas, contos, crônicas, livros, sugestões de filmes, Artes, Shows, teatro, cinema, dança, artesanato... Acesse o link abaixo:
    https://www.facebook.com/groups/149884331847903/

    ResponderExcluir