segunda-feira, 18 de abril de 2016

II Festival Stella Monteiro de Poesias. Rodada 1

Stella Monteiro é professora, psicóloga, mãe, amiga e uma fofa, uma pessoa muito especial que amava a poesia. Stella foi responsável pelo crescimento deste blog, era incansável leitora e divulgadora , tem 3 filhos, Maurício, Marcia e a minha musa inspiradora, Clarisse Monteiro.








&*&*&*&*&*&*&*&*&*&*



O tema proposto por Dante Pincelli é:

"APARELHO REPRODUTOR"




&*&*&*&*&*&*&*&*&*&*&*&*&*&*&*&*&*&*&*&

"Maracusex"

(Izaura Carolina)







Macaé- Rio de Janeiro



&*&*&*&*&*&*&*&*&*&*&*&*&*&*&*&*&*&*&*&*



"ela"


(Dante Pincelli)


pra fora, pra dentro
em curva:
a vulva...

peluda, de cabeleira
tamanha:
a aranha...

no jeito, na manha,
na treta:
a boceta...

na água, no sol, 
na sombra:
a pomba...

alisada, alinhada
por depilação:
o mexilhão...

que canta, que fala,
que ri e vaia:
a arraia...

esperta, marota,
sapeca:
a xereca...

banhada, cheirosa,
bacana:
a xana...

com moita, arbusto
ou soca:
a xota...

de lado, por baixo,
por cima:
a vagina...

gorducha, bicuda,
chata:
a barata...

úmida, alagada,
enxuta:
a gruta...

protegida no calor
das coxas:
a ostra...

com suco, com muco,
com mel:
o pastel...

encoberta, aberta,
fechada:
a rosada...

muita, média
ou pouca:
a outra boca...

que recebe, pulsa
e agita:
a periquita...

deixando nos dentes
a fiapada:
a manga espada...

sem casca ou caroço,
poupuda:
a fruta...

no meio, um corte
se acha:
a racha...

clitóris em crescência 
aguda:
a greluda...

intacta desde 
a origem:
a virgem...

verde, de vez
ou madura:
a loucura...



Macaé-Rio de Janeiro



&*&*&*&*&*&*&*&*&*&*&*&*&*&*&*&*&*&*&*&*&*&*&*&*








"Tábua de madeira"


(Carvalho Junior)

nas contexturas do corpo, o sabão de coco me desliza, me bate e enxágua as trouxas enodoadas de caju e mágoas. no fluir tênue da lágrima, o aparelho reprodutor de soluços lava a cabeça em regatos de silêncio. sou uma tábua de madeira sobre os caminhos d’água do Itapecuru.



Caxias-Maranhão.







&*&*&*&*&*&*&*&*&*&*&*&*&*&*&*



"rosa bebê"

(Vinni Corrêa)








Rio de Janeiro-Rio de Janeiro




&*&*&*&*&*&*&*&*&*&*&*&*&*&*&*&*&*&*&*&*&*


(Paulo Acacio Ramos)




Trofa-Portugal




&*&*&*&*&*&*&*&*&*&*&*&*&*&*&*&*&*&*&*&





"ÚTERO"

(Alhadef)


Entre o berço e o túmulo
acúmulo
da misoginia
disforia causada
pela menstruação.

Nada de novo sob o sol.

Não adianta voltar ao rio,
como Heráclito diria.
                  Mas então...
      Como poderia
presente repetir passado
com tamanha precisão?

Eu, mulher nascida
tenho dois privilégios na vida:
               1. Ter sido estuprada;
               2. A minha menstruação.

Privilégio cis!

Não sou mulher porque eu quis.
Mas sou desde o bucho
da minha mãe.
    Nem me divinize,
    nem me acuse.
Não abuse
            do meu poder de concepção.

E lá,
o sangue,
a vida e a morte,
são e estão:
ser mulher e suas peculiaridades 
           pra sempre em mim,
não por identidade,
não por diversão.
        

Me enxergando mais ou menos,
e mesmo se não considerando,
           continuaria sendo!
(Experiência real,
não no sentido de experimento.)
porque continuo apodrecendo
por dentro
         uma vez por mês.


NÃO ENTRE!
                     O ventre
é sujo, é nojento,
mas não te pertence
nem está à venda!
Não aceita colono!
        não procura freguês.




Fortaleza- Ceará




&*&*&*&*&*&*&*&*&*&*&*&*&*&*&*&*&*&*&*&*






"O amor é um lugar além dum buraco negro"


(Zecafran)




Coço minha alma com música e poesia Me viro na cama na manhã de ponta cabeça Rolo e enrolo o tempo Acendo e trago o momento Minha casa tem asas e voa enquanto vou pra rua Perdido em labirintos que invento Você vem me resgatar da lua Com sua nave interestelar do amor Brilho de super nova Buraco negro engolindo tudo Parindo o infinito....



Niterói-Rio de Janeiro




&*&*&*&*&*&*&*&*&*&*&*&*&*&*&*&*&*&*&*&*

Obrigado pela leitura.

Deixe seu comentário.



Próxima postagem do II Festival Stella Monteiro de poesias:

25 de abril de 2016.











 
x

19 comentários:

  1. Foi dada a largada em mais esta festa da poesia.
    Obrigado a todos os participantes.
    Espero seus comentários.

    ResponderExcluir
  2. Sou um órgão reprodutor reproduzo som pela boca e pelo ânus. ...estamos de parabéns. ...lindas obras inacabadas esperando a pintura de seus olhos....leia e reproduza....parabens poetas

    ResponderExcluir
  3. Sou um órgão reprodutor reproduzo som pela boca e pelo ânus. ...estamos de parabéns. ...lindas obras inacabadas esperando a pintura de seus olhos....leia e reproduza....parabens poetas

    ResponderExcluir
  4. Ótimas peças. Parabéns aos participantes.
    Que esteja eua a altura.
    Abraços malhados!

    ResponderExcluir
  5. Tudo muito bom. Cru ou romântico, direto ou subliminar. Para mim, Paulo Acácio e Zecafran, em extremos (não opostos) sensacionais, foram o ponto alto. Mas o bom humor em rimas inteligentes da Izaura merece clap clap clap. A sacada de Carvalho Júnior de sair do lugar-comum e se referir a outro aparelho reprodutor. O poema curto, interessante e bem sacado do Vinni Corrêa. O poema de Alhadef, que é mesmo um útero gestando reflexões ferinas. Como disse, tudo muito bom na rodada!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vlw cinthia....que bom que a poesia ti tocou....obrgdo..bjs

      Excluir
    2. Feliz aqui deste lado do Oceano...

      Excluir
  6. Gostei muito. Satisfação imensa estar entre vocês. Agradeço ao Dante pelo convite para participar dessa festa. Abraços em todos os poetas participantes e um abração especial pra Cinthia Kriemler, escritora grandiosa.

    ResponderExcluir
  7. Emociona-me poder presenciar este encontro (na postagem e nos comentários) de artistas tão grandes.
    Obrigado messsssmo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você é a cola que prende a poesia na paisagem.....obrgdo irmão

      Excluir
    2. Você é a cola que prende a poesia na paisagem.....obrgdo irmão

      Excluir
  8. Gostei muito. Satisfação imensa estar entre vocês. Agradeço ao Dante pelo convite para participar dessa festa. Abraços em todos os poetas participantes e um abração especial pra Cinthia Kriemler, escritora grandiosa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada! Bom demais estar aqui com você, poeta dos maiores! Abracão.

      Excluir
  9. Parabéns a todos os participantes.
    Luz e imensa paz. Um abraço.

    ResponderExcluir
  10. Obrigado. ...seja bem vindo ao reino da poesia

    ResponderExcluir
  11. Obrigado. ...seja bem vindo ao reino da poesia

    ResponderExcluir
  12. Muito bons todos os poemas e todas as imagens!
    Adorei! Parabéns a todos!!!

    ResponderExcluir
  13. Muito bons todos os poemas e todas as imagens!
    Adorei! Parabéns a todos!!!

    ResponderExcluir