segunda-feira, 25 de abril de 2011

"ao rico poeta rico".


um rio de letras
a quem procura palavras
um novelo feito em sílabas
a quem divaga
no labirinto infindo dos versos...

mas a você ,
que perde-se tão poeticamente
procurando efêmeras palavras
e, que se acha tão completamente
bussulando o norte lastro
dos dizeres,
apenas gotejo linhas,
poeto becos escassos
até que você saque
um rio multicor
do seu pulso esquerdo
e os mapas do planeta verso,
do bolso inverso...

é bom (po)estar com você...




1992


5 comentários:

  1. Opa, acho que conheço o destinário da homenagem! Parabéns aos poetas!

    ResponderExcluir
  2. Conhece mesmo!!!
    O cara é um grande poeta...

    ResponderExcluir
  3. agora faça um pra algum poeta pobre!
    só que sem destinatário, pq se não pega mal!

    faça uma ode aos grandes pequenos poetas pobres do mundo!
    hehehe
    beijos

    ResponderExcluir
  4. boa ideia liz, mas o poema tha schow

    ResponderExcluir
  5. Vou escrever o tal poema pros poetas pobres, pra não parecer politicamente incorreto, então!

    ResponderExcluir